O Distrito LC-11 deseja:
                              Domingo, 24 de Setembro de 2017
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   
1ºVDG Edson Francis
CaL Vanessa
LC Itaperuna Centenário - RJ
DG Zoé Antonio Donati/CaLRosicler
LC Aracruz - ES
IP
Naresh Aggarwal/CaL Navita
Deli - India
 
 
2ºVDG Hélio José Sussai
CaL Denice
LC Pinheiros - ES
 
         
  Programação das Visitas Oficiais do Governador - Atualizações - Visite Sempre
  Publicada Ata da Primeira Reunião do Gabinete Distrital
  Governador do Distrito Apresenta suas Metas para o AL 2017/2018 - Veja Aqui
  Calendário Anual de Atividades do Lions Internacional
  A Nova Estrutura de Serviços Globais do Lions Internacional
  Projeto "LCI Adiante" - Nossa Visão: Sermos o Lider Global em Serviços Humanitários e Comunitários
  Prestação de Contas e Último Recap AL 2016/2017 e Previsão Orçamentária AL 2017/2018
  Estatística Final de Movimentação de Associados AL 2016/2017
  Resultado Final dos Concursos do DLC11 AL 2016/2017
  Novos Formulários dos Concursos do Distrito AL 2017/2018 - Atualizados em 25/07/2017
  LCIF atende a projetos do Distrito LC11 - Veja Aqui!!!
  DLC11 com Apoio de LCIF construiu a "Vila Lions`em Rio Bananal-ES
  Acesse Aqui a página com os Temas Frequentemente Consultados e Informações Diversas
Última notícia publicada
 
NÓS ESTAMOS PRONTOS PARA O INESPERADO. NO PASSADO, AS GUERRAS, NO PRESENTE E FUTURO, AS INTERPERIES DO CLIMA – Melvin Jones, agosto de 1944 – certa vez disse: “(....) os Leões de 14 nações deram um inicio a um novo período social que são talvez quem sabe: os maiores da história de nossa Associação criados pela Guerra na Europa e na Ásia. Mesmo PÓS-GUERRA, os Leões sabem que aquelas coisas que os fizeram fortes, deveriam ser renovadas e devem ser continuadas”. E agora, nos Leões devemos sempre ficarmos atentos para o inesperado. O Brasil passou a viver nesse século XXI, os primeiros grandes focos daquilo que pode ser a maior crise hídrica de sua história. Com um problema grave de seca e também de gestão dos recursos naturais, o país vem apresentando níveis baixos em seus reservatórios em épocas do ano em que eles costumam estar bem mais cheios. Essa ocorrência, de certa forma, representa uma grande contradição, pois o Brasil é considerado a maior potência hídrica do planeta. Pela Constituição Federal de 1988, cabe aos governos estaduais a missão de gerir e administrar a captação e distribuição de água, embora o governo federal também precise atuar por intermédio do fornecimento de verbas públicas e obras interestaduais. Nesse sentido, alguns governos, por questões administrativas ou até políticas, (atualmente pela má gerência, e o mau uso do dinheiro público) podem apresentar algumas falhas, principalmente no que se refere ao planejamento no manejo dos recursos hídricos. Por difíceis e implicados que sejam a muitos destes problemas. Nos Leões devemos estarmos prontos. E por algum tempo deveremos continuar prontos para imediatamente liderarmos com eles. Seja “PÓS GERRA” e contemporâneo a “CRISE HIDRICA”, mesmo sabendo que essa ultima é bem mais difícil de se combater. Contudo, nos Leões estão preparados e dispostos a prestar serviços extraordinários, não simplesmente por termos realizado obras no passado, porque estamos prontos para enfrentar o inesperado. Escrito e divulgado pelo CL Roque José Schimidte – Assessor Distrital de ALERTA LIONS – DLC11- Diretor Social LC Pinheiros - AL 2017/2018.
Roque Jose Schimiidte /roqueadvogo.2010@yahoo.com.br/ PINHEIROS/
Mensagem postada em:
22/09/2017 16:23:43
 
Total de visitas: 264511 - Visitas hoje: 2 - 1 Usuario(s) Online