MELVIN JONES (in memoriam) DESAPONTADO COM AS CHAMAS QUE SE APAGAM – Antes de iniciar, não tomem esse texto como “Tecnofobia”, somente como alerta para todos nós, principalmente nós dirigentes, nível de Clube, Distrito, Distrito Múltiplo, LCI. Esse pequeno comentário é pelo fato de tantos Clubes sendo extintos (fechando); tantas evasões de CCLL no movimento após a era digital. Esse relator aprecia o mundo digital, porém, se alia as dificuldades das pessoas de ingressarem nesse mundo virtual, dada a etária que temos. Em principio pode se perceber que, tanta informação, tantos cursos, tantas outras palestras on-line, sendo ministrados por lideres para lideres. Não estão surtindo efeitos desejados. Se memorizarmos desde o inicio. Os problemas sociais criados pela Primeira Guerra Mundial e à rápida industrialização, em 1917. Como todos nós sabemos, nosso Fundador convidou Empresários de diversas partes dos EUA, para uma reunião que se formou a Associação de Lions Clubes. É de todo conhecimento que, quando pessoas que se importam se unem, arregaçam as mangas e atuam para melhorar a comunidade, isso é uma coisa linda (já são lideres). Os Leões servem (porque já são lideres), todos focados nos principais elementos de um clube de qualidade: quadro associativo, serviços, excelência organizacional e marketing. Pois bem, o que realmente se quer mostrar com esse pequeno texto? Porque as chamas estão se apagando? Onde devemos melhorar? Meus queridos CCLL, CCaLL, DDMM, como pode ser visto nos últimos anos, a organização vem trazendo empresários,(lideres) funcionários públicos (lideres), também diretores e funcionários de empresa privadas (lideres), professores (lideres), dentre tantas outras profissões que no seu cotidiano já tem suas experiências bastante formadas com espíritos de lideranças, as quais, servem para serem postas a serviço do movimento. Porém, o que se vê atualmente, são cursos..., cursos..., e mais cursos, (on-line) todos voltados para o aprendizado em se formarem grandes lideres. Vejam que nosso grande idealizador nunca realizou nenhum curso, já trazia para o movimento, homens com espírito de liderança. Propiciar cursos on-line é a forma mais fácil que muitos dirigentes encontram para ver acessa as chamas do leonismo. AGORA ENTRA A PERGUNTA RETÓRICA: Está dando resultado? Está se obtendo clube de qualidade? Está havendo um aumento no quadro associativo, serviços, excelência? CLARO EVIDENTE QUE A RESPOSTA É NEGATIVA. Por isso nós dirigentes devemos parar e refletirmos, ou mudamos as estratégias ou AS CHAMAS SE APAGARÃO. Para que isso não aconteça, vamos dar mais atenção aos Clubes e todos seus associados que por natureza já são lideres natos e procuremos mais associados com espírito de liderança (sem que seja preciso ministrar cursos) Pessoas fortes não nasceram com a mentalidade de que os outros devem cuidar delas. Um bom líder, já tem a mente forte. Ser líder envolve muito mais emoção do que razão. Portanto, vamos esquecer um pouco a facilidade das plataformas on-line (veja que eu disse só um pouco), não de tudo, para vivenciarmos mais e melhor nossos semelhantes com o calor humano. Assim nosso querido fundador MELVIN JONES voltará ficar ENCANTADO com sua chama acessa. Fica a mensagem Escrita e Publicada pelo CL Roque José Schimitde, Presidente do LC Pinheiros/ES AL2021/2022.

  ROQUE JOSÉ SCHIMIDTE / roqueadvogo.2010@yahoo.com.br / PINHEIROS - DLC11 ID:1305
Mensagem postada em: 14/06/2022 16:14:45

 

O LEONISMO E A EVOLUÇÃO DAS REDES SOCIAIS - Inicialmente, devo justificar-me pelos meus dias, ou melhor, meses, sem escrever algumas notas neste site. Não há nada melhor do que tirar uns dias para relaxar e fugir dos compromissos, concordam? Porém, não foi bem assim, os compromissos particulares continuaram e continuam. Digo-lhes que não foi para relaxar. Então irei recomeçar devagar. Nesse tempo, refleti muito sobre as constantes mudanças que vem se debruçando no nosso movimento Leonistico, seja pela falta aumento de associados, seja pelas participações escassas nos eventos, seja pelas diminuições em projeções de campanhas, seja até pelos desempenhos dos dirigentes, o qual eu também faço parte. Cheguei a pensar....Será que essa harmonia leonistica que sempre existiu, está se deteriorando pela revolução das redes sociais? Já me antecipo dizendo que não é esse o motivo. Para esse tema, precisaríamos de bem mais espaço. Porém, como estamos falando de tecnologias virtuais, devemos nos habituar com poucos: “blas...blas..blas...” e compreendermos as mensagens em pequenos textos, como é o caso desse mural. Sempre achei interessante como o processo de escrita, seja de um artigo técnico, um relato ou apenas um texto de opinião, faz pensar sobre nosso trabalho, sobre o nosso dia a dia ao que deve ser transmitido muito com pouco. Os tempos são de contrastes e mudanças cada vez mais rápidas e mesmo achando que estamos acompanhando o movimento, damos conta que o movimento é muito mais veloz do que poderia perceber e a tomada de consciência assusta e até deixa a sensação de desconforto. Nesse espaço só relatarei os pontos positivos. Digo-lhes que, nós devemos aproveitar bem mais essas ferramentas digitais para nosso movimento Leonistico. Um exemplo prático foi a realização de nossas reuniões virtuais que não deixaram que tudo fosse se perdendo. Outro exemplo positivo, nossos grupos de WhatsApp, além de podermos interagirmos constantemente, podemos lançar as atas que não precisam mais serem lidas enfadonhamente nas reuniões, basta que o presidente ponha-las em discussão e votação nas reuniões subsequentes, dentre tantos outros pontos positivos que devemos oportunizarmos. Com isso, podemos chegar à conclusão que não são as redes sociais que está nos afastando da harmonia que sempre existiu e esperamos que sempre exista e existirá dentro do nosso movimento leonistico. Portanto, vamos acompanhar esses bons exemplos que as redes sociais nos trouxeram, acreditando sempre que essa revolução está nos levando para um mundo mais consciente, generoso, solidário e sustentável. É democrático e acessível a todos. Os pontos negativos das redes sociais no leonismo serão divulgados num próximo texto. Assim colocaremos em pratica nosso slogan “NOS SERVIMOS”. Fica a mensagem Escrita e Publicada pelo CL Roque José Schimitde, Presidente do LC Pinheiros/ES AL2021/2022

  ROQUE JOSÉ SCHIMIDTE / roqueadvogo.2010@yahoo.com.br / PINHEIROS - DLC11 ID:1304
Mensagem postada em: 05/05/2022 13:08:52

 

FRASES IMPORTANTES SOBRE O LEONISMO – “Admiro o Leonismo e o trabalho incessante dos Lions Clubes”. Juscelino Kubitscheck de Oliveira, Ex-Presidente da República do Brasil – “Na minha vida conheci grandes ideias: porém nenhuma como esta do leonismo”. Harry Truman, Presidente dos Estados Unidos em 1948 – “O leonismo não é a melhor ideia da época atual, é a mais brilhante ideia de todos os tempos”. Winston Churchill, Primeiro Ministro da Inglaterra – “A ação do Lions merece a admiração de todos aqueles que acreditam no homem e em sua capacidade de amar ao próximo”. Ney Braga, Ex-Ministro da Educação e Ex- Governador do Paraná – “Os Lions tem ajudado na solução de problemas comunitários, atreves da participação de seus associados”. Roberto Figueira dos Santos, Ex- Governador da Bahia – “Verifico que a prática do lema “SERVIR”, é uma constante”. Élcio Alvares, Ex-Governador do Espirito Santo – “Acompanho o trabalho dos Leões em todo Brasil e vejo com muita simpatia sua ajuda às nossas comunidades”. João Baptista de Oliveira Figueiredo, Presidente da República do Brasil, (Granja do Torto, 27/10/1984). Hoje esse relator também vem dizer uma expressão: O trabalho dignifica o homem, essa é uma expressão bastante conhecida. Se trouxermos essa frase para dentro do Lions Club, podemos então dizer: “Todos os membros de um Lions Club, são enobrecidos”. Transcrito e escrito e Publicado pelo CL Roque Jose Schimidte – Presidente do LC Pinheiros/ES – Distrito LC11, AL 2021/2022.

  ROQUE JOSÉ SCHIMIDTE / roqueadvogo.2010@yahoo.com.br / PINHEIROS ID:1303
Mensagem postada em: 03/01/2022 16:50:02

 

A ORIGEM DA NOSSA FORMA CARINHOSA DE TRATAMENTO: “COMPANHEIRO” Primeiro, para chegarmos ao entendimento melhor da nossa forma de tratamento: “COMPANHEIRO (a)”. É preciso voltar na “Era Cristã”, mais precisamente no III º século D.C. Naquela época os cristãos faziam suas peregrinações para percorrer seus territórios sagrados, muitas vezes até como expiação dos pecados ou com a intenção de cumprir punições impostas pela Igreja. Lembrando que todo percurso era feito a pé ou Montarias “Camelos” (e outros). Nessas viagens levavam consigo nos seus “Alforjes”, alimentos, os quais eram repartidos entre si, de maneira que no final da viagem não sobrava e nem faltava. Mas o ponto importante que deve ser trazido para conhecimento é que: nessa divisão se encontra a origem da palavra “COMPANHEIRO” – Diziam uns aos outros – “Eis aqui meu alimento que dividirei com você “Cum Panis”, é nesse gesto que podemos referenciar entre nós “COMPANHEIROS” - Do Latim "cum panis"; aquele com quem dividimos o pão. Então COMPANHEIRO é aquele que confiamos o suficiente para sentar-se em nossa mesa e dividir nossas ideias, vitórias, derrotas ou um simples pedaço de pão. Em nossa peregrinação no Lions Clube, devemos estar sempre irmanados nesse companheirismo nas nossas caminhadas Leonisticas sempre voltadas para o Lema: “Nos Servimos” do saudoso Melvin Jones. Assim, fazendo uma boa reflexão sobre a palavra “COMPANHEIRO” com respeito à utilização da forma de tratamento nos podemos fazer sem nenhuma ideologia, o nosso “CL ou CaL irmanados nos mesmos ideais”. Assim seremos bons “COMPANHEIROS”. Eu, e minha CaL Carmem, Desejamos a todos os familiares do leonismo, um Feliz Natal e prospero ano de 2022 cheios de realizações !! – Escrito e publicado pelo CL Roque José Schimidte - Presidente do LC Pinheiros/ES, AL 2021/2022

  ROQUE JOSÉ SCHIMIDTE / nutripinx@yahoo.com.br / PINHEIROS ID:1302
Mensagem postada em: 22/12/2021 10:09:51

 

PARA SER LEMBRADO: O LIONS FORTE, COMPARADO A ESTATUA “COLOSO DE RODAS”..., “NOSSA ASSOCIÇÃO FORTE” A antiga Ilha de Rhodes, situada no Mar Egeu, por muitos séculos foi objeto de intrigas e frequentes ataques da parte de poderosos vizinhos continentais. Depois da morte de Alexandre O Grande, em 324 antes de Cristo, uma pequena nação democrática expulsou os invasores. E os Rodenhos, cansados de guerras e rivalidades, se uniram em forte organismo para defender seus lares. E como símbolo dessa união e força ergueram na entrada de sua baía a grandiosa figura de 37 m de altura, de um poderoso guerreiro de frente ao mar, em atitude desafiante que guardava a segurança nacional, conhecida como estatua: “COLOSO DE RODAS”, simbolizava o poder dos Rodenhos, demonstrando que ali se fazia presente homens fortes”. Lembrem-se! ao iniciar, no titulo, escrevi: “O LIONS FORTE”. Os potentes braços do homem forte podem assemelhar-se às atividades da nossa Associação, as quais, por numerosidade, alcance a importância fazendo com o leonismo se distingue através de nossos mais de 206 países, territórios. Tal como a potência dos braços do homem forte, bem como o desenvolvimento do resto do corpo, crescimento e extensão das atividades a serviços da Associação. Podemos concluir que, o Lions forte infunde admiração e respeito, pois é capaz de realizar grandes proezas. Nossa Associação forte, também inspira admiração e respeito universais; exerce ampla influência e possui muitas oportunidades para servir. Nesse terreno, o lugar que ocupa, o prestigio de que goza e sua dignidade sem rival. Portanto, sejamos como os cidadãos de Rodas, sempre pensando na grandiosa figura da Estatua “COLOSO DE RODAS”, quando formos realizar nossas campanhas, quando dedicarmos nosso tempo ao próximo, façamo-las sempre impávidos e alerta que somos HOMENS FORTES. Fonte de pesquisa: (A Grande Ideia de Melvin Jones, Zander Campos da Silva, ed. Quatro Ltda). Pesquisado, escrito e publicado pelo CL Roque Jose Schimidte – (à época Secretário) – Distrito LC11, AL 2019/2020.

  ROQUE JOSÉ SCHIMIDTE / roqueadvogo.2010@yahoo.com.br / PINHEIROS ID:1301
Mensagem postada em: 15/12/2021 09:57:23

 

MOMENTO DE REFLEXÃO – Em vista da larga história do trabalho da Associação Internacional em prol da paz mundial, não era senão apropriado que seu 30º aniversário fosse comemorado na cidade de Nova Iorque, casa das Nações Unidas. Como resultado disso, os Leões e as Nações Unidas conheceram-se mutuamente, e disso também resultara maior coordenação entre eles. Justamente se sentiram orgulhosos em saber que, dentre mais de 80.000 (oitenta mil) atividades serviçais anuais dos Clubes de leões, têm encontrado muitas de calibre e importância que nunca se haviam realizado em nenhuma parte do mundo e no campo do serviço desinteressado. Isso, levando-se em conta um organismo à época de 335.000 sócios e 6.300 Clubes (fonte: Melvin Jones, dezembro de 1947, “Lions Clube a grande Ideia de Melvin Jones”, Zander Campos da Silva, ed. Quatro, 1984). E agora. Passados 70 anos desse tão orgulhoso aniversário, levando-se em consideração novas Tecnologias, a Globalização, facilidade muito maior de Intercâmbio, Capacitação de Lideres. Será que podemos nos orgulhar da participação dos Leões, igualmente como no 30º aniversário de nossa fundação? Sendo: nas atividades de serviço; nos aumentos de associados; na fundação de Novos Clubes; nas participações às reuniões dos Clubes; nos Comitês Consultivos; nos Seminários Leonisticos; nos Conselhos Distritais; nas Convenções Distritais, dentre outras. É o momento para refletirmos. Se não sentirmos orgulho do nosso movimento, principalmente no campo da “PARTICIPAÇÃO”. Algo está errado. Devemos buscar uma solução. Uma pequena colaboração do CL Roque Jose Schimidte, Presidente do LC Pinheiros/ES, DLC11. AL2021/2022. Salve Jones!!

  ROQUE JOSÉ SCHIMIDTE / roqueadvogo.2010@yahoo.com.br / PINHEIROS ID:1300
Mensagem postada em: 03/12/2021 16:36:12

 

VALE A PENA VER DE NOVO - “ANTES DE BRILHAR REFULGENTE O SOL DO LEONISMO” - Tudo aconteceu antes do ano de 1917. O ser humano é, por natureza, um ser gregário. Desde o seu aparecimento sobre a terra, busca se encontrar com os outros e por várias razões. Boa parte dos estudiosos é unânime em afirmar que, desde que nos tornamos humanos sábios, possuímos características comuns e uma delas é a tendência natural a viver em grupos, em comunidade. – Foi com alegria e entusiasmo que nosso Fundador - (Melvin Jones, Março de 1913), aceitou um convite de William Towne, a ingressar no Círculo de Negócios de Chicago, mas sempre firme em seu propósito de criar uma entidade que pudesse amparar principalmente os necessitados, e não o quadro de seus sócios (associados). A ideia, no entanto, ganhava corpo a cada instante. Aquele Clube de Homens de Negócios, que se reuniam durante delongo almoços, chegou a ter cerca de 200 sócios, quando celebrava o seu quarto ano de fundação em 1909. Porém, nos primeiros meses de 1913, apenas 39 sócios compunham o seu quadro, e ainda assim, somente 17 estavam presentes quando foi apresentado o seu novo afiliado “Melvin Jones”. Pelo seu arrojado espírito de liderança, trabalho e profunda dedicação ao Círculo, foi eleito Secretário, em 1º de Janeiro de 1914. O primeiro Clube similar a estes tantos que foram criados nos EUA, foi chamado de: THE CIVIL CLUB, fundado em Longres por volta de 1669, onde seus membros deveriam se ajudar mutuamente uns aos outros, em suas respectivas profissões. Pois bem. No final de 1916, Melvin Jones já havia reorganizado Circulo de Homens de Negócios de Chicago, e conseguido a aprovação para criação de uma nova entidade, onde o serviço desinteressado seria a razão de sua existência, e seus sócios não seriam obrigados a ajudarem a si próprios. Este é – ou deveria ser – o propósito da sociedade humana: o bem estar do grupo alicerçado na felicidade de cada um em promover o bem. E, desde então, com esse espírito leonistico em grupos, onde, fazemos parte da Organização Internacional de Lions Clubes, promovemos ao próximo “O SERVIÇO SOCIAL DESINTERESSADAMENTE”, sempre com o lema: “Nós Servimos”. Fonte de pesquisa: (A Grande Ideia de Melvin Jones, Zander Campos da Silva, ed. Quatro Ltda). Pesquisado e escrito e divulgado pelo CL Roque José Schimidte – Assessor Distrital – DLC11- Diretor Social LC Pinheiros - AL 2015/2016.

  ROQUE JOSÉ SCHIMIDTE / roqueadvogo.2010@yahoo.com.br / PINHEIROS ID:1299
Mensagem postada em: 11/11/2021 05:59:37

 

AS QUATRO CAUSAS DO “SER” DENTRO DO LEONISMO – A primeira pergunta que o leitor (a) deve estar fazendo: O que é o “SER”? Para que possamos entender, devemos elaborar, ou melhor, mostrar o “SER” mediante quatro causas: CAUSA FORMAL; CAUSA MATERIAL; CAUSA EFICIENTE; CAUSA FINAL, cada uma delas é responsável tal como nos representa. Iniciemos pela Causa formal. Essa, nós encontramos no Leonismo desde a fundação, isto é, quando Melvin Jones teve a ideia de reunir os Clubes de homens de negócios, dai, já estava implantada ideia de se formar esse grande movimento que existe até os dias atuais, isto é, reunir a ideia com a forma, formou-se essa grande ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DE LIONS CLUB. Na Causa Material, quando nós falamos de matéria, já se vem na mente à existência de algo, alguma coisa, no Leonismo essa causa material somos nós CCLL; CCaLL e DDMM, onde sempre procuramos desenvolver as atividades (campanhas). Na Causa Eficiente, essa, nem precisa ser um gênio para defini-la, basta olharmos a Organização Internacional ou mesmo nossos Distritos Múltiplos ou mesmo nossos Clubes, os sucessos que alcançam com trabalhos em campanhas bem elaboradas, muito eficientes, com resultados satisfatórios. Agora seria a vez de falarmos sobre a Causa Final, essa, nunca devemos deixar que entre dentro do Leonismo, pois, seria o escopo, o fim, seria o que podemos dizer de um “SER” no seu estagio final, isso logicamente não queremos para nosso movimento. Poderíamos exemplificar, quando ingressa no movimento individuo que não se compromete com os trabalhos desenvolvidos pelo Clube, podemos imaginar que esse “SER” está fadado não interagir com nenhuma das Causas dentro do Leonismo. Então fiquemos somente com as três primeiras, e sejamos: FORMAL; MATERIAL; EFICIENTES. Assim colocaremos em pratica nosso slogan “NOS SERVIMOS”. Fica a mensagem Escrita e Publicada pelo CL Roque José Schimitde, Presidente do LC Pinheiros/ES AL2021/2022.

  ROQUE JOSÉ SCHIMIDTE / roqueadvogo.2010@yahoo.com.br / PINHEIROS ID:1298
Mensagem postada em: 15/10/2021 11:49:50

 

O AMOR EM SINERGIA COM LEONISMO - Desde que me atrevi escrever algumas notas nesse mural. Pensei..., porque não escrever algumas peculiaridades do “AMOR” e escrever sobre elas. Alguns dos leitores (as), nesse momento devem estar pensando... “esse tema não é para ser escrito, mas ser somente sentido”. Podem também pensar...: “esse assunto é para poetas e músicos, e não para um CL Leão”. Parece, à primeira vista que quando falamos de “AMOR” é sempre o produto da flechada do Cupido. Não é bem assim. De outro modo, dentre todos os tipos de amor que conhecemos. Podemos encontrar: Amor do Coração, esse encontrado no slogan da DG CaL Adélia Fernandes. “EDUCAR COM O CORAÇÃO TRANSFORMANDO O MUNDO”. Temos também, o Amor fraternal, Amor de paixão; Amor de mãe, Amor de esposo (a); dentre tantos outros. Porém, além do Amor encontrado no slogan da DG, em consonância com o Leonismo. Aqui só será apresentado mais 5 (cinco) tipos de amor com sinergia ao Leonismo, está sendo descritos na língua grega, (só para dar charme mesmo, (risos)). Dentre os quais, destacam-se: O amor Ludus (amor lúdico) Pode ser visto nos estágios iniciais dos relacionamentos. No Leonismo podemos perceber esse tipo de amor no CL, CaL Novo(a) Associado(a); O amor Ágape (amor universal), um amor compassivo por todos. No Leonismo podemos tê-lo em cada um de nós Leões já integrados desde muito tempo no Lions; O amor Philia (amizade profunda) se desenvolve ao longo do tempo. No leonismo podemos senti-lo quando nós encontramos nos eventos do Lions: exemplificando, “nas Convenções”; O amor Philautia (amor-próprio), esse, precisa ser cultivado. No Leonismo ele existe no amor de si mesmo, isto é, no amor que trazemos dentro de cada um de nós para ser expandido e depositado com carinho a todos dentro do Movimento de Lions; O amor Storge (amor familiar) é o amor partilhado. No Leonismo podemos compreendê-lo, tê-lo, senti-lo, expandi-lo, tanto dentre dos Integrantes do movimento, bem como abrangendo também todas as campanhas realizadas aos mais necessitados. Esse, se junta com o amor Fraternal, o amor ao Próximo, pode-se dizer que é o amor de maior sinergia voltado para a Organização de Lions Club Internacional. Pois bem, agora, não temos dúvidas de que todas essas peculiaridades do “AMOR” podem, de fato, estarem associadas ao nosso movimento Leonistico. Sendo assim, vamos todos com essa sinergia de amor realizar as Campanhas Beneficentes aos nossos semelhantes, sempre acompanhadas do “bordão” NOS SERVIMOS COM AMOR! Fica a mensagem Escrita e Publicada pelo CL Roque José Schimitde, Presidente do LC Pinheiros/ES AL2021/2022.

  ROQUE JOSÉ SCHIMIDTE / roqueadvogo.2010@yahoo.com.br / PINHEIROS ID:1297
Mensagem postada em: 21/09/2021 10:35:21

 

A FELICIDADE EM FAZER PARTE - “JAULA ABERTA” – “PALAVRA LIVRE” - Para iniciar falando da felicidade em ser parte na “Jaula Aberta”, mesmo sem estar numa Reunião de Lions Club. O digno leitor (a) deve estar neste momento intrigado: “JAULA ABERTA”, “FELICIDADE EM FAZER PARTE”! Sendo que todos os membros de um Lions Club tem conhecimento de que Jaula aberta é o tempo disponível do ato protocolar. Sim, a jaula aberta é a oportunidade que os Companheiros, Companheiras e Domadoras tem de se manifestarem livremente para sugerir, transmitir informações, solicitar esclarecimentos, elogiarem, criticarem e prestarem seus propósitos. Então, nesse ponto, quero pedir permissão de todos, principalmente você leitor para que declare “Jaula Aberta”, para que possa ser transmitida essa mensagem Nesse espaço, esse relator com muita alegria e satisfação vem falar da FELICIDADE que deve existir, em pertencer e participar do movimento Leonístico. Vem dizer que a FELICIDADE EM FAZER PARTE DE UM LIONS CLUB, deve anunciar o esquecimento de si e abrir-se mais para o outro. A felicidade enquanto participação ativa do sujeito, não é inata. Ou seja, ela pode ser ensinada aos outros. Por isso estudos indicam que pessoas felizes vivem mais e são mais generosas. Então você já pode começar a refletir: Oba!. Se eu estou no movimento Leonístico porque uma de minhas características é ser “generoso”. Já se inicia um pouco de minha felicidade. Isso mesmo. A felicidade é uma visão de mundo. Ela acontece no processo, enquanto o sujeito vai construindo a sua vida e, sobretudo, extraindo dos seus princípios e valores com ética. Veja então, é muito interessante a junção de uma vida feliz com ética, seria impensável desligar a ética da felicidade, ou seja, a possibilidade de uma vida feliz sem ética ou de uma vida ética sem felicidade. Pois, uma é espécie de avaliação da outra, isso é, uma fazendo a dosimetria da outra. Então sejamos felizes e VAMOS SERVIR COM FELICIDADES!! - Fica a mensagem Escrita e Publicada pelo CL Roque José Schimitde, Presidente do LC Pinheiros/ES AL2021/2022

  ROQUE JOSÉ SCHIMIDTE / roqueadvogo.2010@yahoo.com.br / PINHEIROS ID:1296
Mensagem postada em: 13/09/2021 16:16:42


Avançar Último

  Registros 1 a 10 de 1284